quarta-feira, 11 de abril de 2018

Desvario

Juízo. Discernimento. Sensatez.  Intrínseco, sempre. Palavras que nunca foram explicadas ou exigidas. E ainda cuidado, receio, precaução. Posso ignorá-las contigo? Quero ignorá-las contigo. Vem comigo. No fim, quero perguntar e quero que queiras ouvir – és meu?